sexta-feira , junho 25 2021

O que é Igreja? – Pr. César Souza

Editorial:  “Abrindo O Verbo Sobre A Verdade!”

Igreja, no original grego é Ekklesia (N.T); e no Hebraico, Qahal e ‘Edah” (A.T) essas três palavras formam um silogismo apontando para uma mesma realidade, que quer dizer: família, convocados, escolhidos, congregados, arregimentados. Literalmente chamados para fora, de Adão para Cristo.

Como acabamos de ler, a palavra Igreja nos originais possui seu significado que sempre se refere a pessoas. Alguns no Brasil inovaram superaram-se! Dando a “sua” tradução, o “seu” significado de “igreja” como se fosse prédio.

A Igreja em seu embrião não era rotulada pelo nome de nenhuma pessoa, sistema, origem ou doutrina; pois onde estavam eram Igreja naquela cidade.

O Deus da Bíblia é um Deus de ambiente e não de lugar, como Ele mesmo falou a mulher Samaritana (Jo 4:20-24).

Um dos maiores crimes doutrinários que já ouvimos é chamar prédio de Igreja. Para muitos o Templo é um lugar sagrado, mesmo que as pessoas não estejam presentes, que santa ignorância, estão com o seu discernimento com dois mil anos de atraso.

O apóstolo Paulo diria: “Não sabeis que sois o Santuário (Templo) de Deus, e que o Espirito de Deus habita em vós?” (1ª C0. 3:16).

Parece que realmente não sabem que todo discípulo é um Templo, é uma “casa”, morada do Espírito Santo. Deus não habita em um lugar, e sim no seu corpo, que é a sua Igreja. A Igreja não é uma organização meramente humana e sim um organismo vivo, com seu DNA divino.  A Igreja não habita em um Templo (prédio). A Igreja não vai ao Templo, a Igreja é o Templo. Você não vai a Igreja, você é a Igreja! A expressão máxima da Igreja é o Corpo de Cristo (Cl 1:24).

César Souza de Souza
Pastor e Escritor, Casado com Simone, tem quatro filhos, Matheus, Samuel, Davi e Isabelle. Atua na área de ensino, tendo como missão principal falar sobre Princípios do Reino e Visão de Igreja. Bacharel em Teologia.

 

Verifique também

Reconhecimento Fotográfico – Dr. Márcio Mendes

O Reconhecimento fotográfico não está previsto, expressamente, no Código de Processo Penal, apesar de muitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *