terça-feira , maio 28 2024

Centro de Saúde da Mulher e da Criança em clima do Março Lilás

O mês de Março marca um período de atenção especial à saúde da mulher. A campanha “MARÇO LILÁS” tem como objetivo, conscientizar a população sobre a prevenção e combate ao câncer de colo uterino. Segundo a Enfermeira do Centro de Saúde da Mulher e da Criança, Leise Pereira Da Costa, é importante que as mulheres estejam atentas sobre a importância da realização anual dos exames preventivos e os cuidados em saúde, pois o diagnóstico e tratamento precoce de lesões precursoras, podem fazer toda a diferença na cura do câncer.

Leise informa que o método de rastreamento do câncer do colo do útero é o exame citopatológico (exame preventivo ou Papanicolau). “Segundo o Ministério da Saúde, esse exame deve ser oferecido às mulheres ou qualquer pessoa que possua útero, na faixa etária de 25 a 64 anos , que já tiveram atividade sexual, bem como os homens transexuais que não realizaram a remoção cirúrgica do colo do útero. Saliento que mulheres com vida sexual ativa, mesmo não fazendo parte da faixa etária preconizada pelo MS e que, apresentam interesse ou queixas ginecológicas, podem realizar a coleta do exame”, explica.

A profissional salienta que, as gestantes devem seguir a rotina normal do rastreamento e mulheres vivendo com vírus da imunodeficiência humana (HIV) ou imunodeprimidas, precisam realizar o exame logo após iniciar a vida sexual, com periodicidade anual.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a priorização dessa faixa etária como a população-alvo do rastreamento, justifica-se por ser a de maior ocorrência das lesões de alto grau.

Conforme o MS, o exame citopatológico deve ser efetuado a cada três anos, após dois exames normais consecutivos realizados com intervalo de um ano. Em Cruz Alta, as coletas devem ser preferencialmente, agendadas, e elas são  feitas pelo profissional enfermeiro da ESF da respectiva região de residência da paciente.

Leise ressalta que a paciente deve portar o cartão SUS e não é necessária a apresentação de requisição com solicitação médica. Após a coleta, o material é encaminhado ao Centro de Saúde da Mulher e da Criança para conferência das lâminas que, posteriormente, são encaminhadas ao laboratório de medicina diagnóstica referência do município.

Outra grande aliada no controle da doença é a vacinação contra o HPV, disponível para meninas e meninos de 9 a 14 anos, que pode prevenir 70% dos cânceres de colo do útero e 90% das verrugas genitais.

Fonte: Prefeitura de Cruz Alta

Verifique também

Iniciadas as obras de revitalização da Estação Rodoviária de Cruz Alta

No início de abril tiveram início as obras de reforma da Estação Rodoviária de Cruz …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *