segunda-feira , abril 15 2024

Lula quer reformar o Palácio do Alvorada sem licitação

A jornalista Natuza Nery, com a primeira-dama, Janja, no Palácio da Alvorada – 5/1/2023 | Foto: Reprodução/GloboNews

Depois de a primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, ter levado a TV Globo para “denunciar” os “estragos” deixados no Palácio do Alvorada pelo governo anterior, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já fala em reformar o local sem licitação, fazendo a contratação emergencial dos serviços.

Os “estragos” revelados por Janja consistem em uma quina de uma mesa lascada, uma poltrona com um pequeno rasgo no revestimento de couro, tapetes com sinais de desgaste, tacos de madeira perto da saída para a área externa desgastados e infiltração no teto de gesso.

Dizendo-se decepcionado com esses problemas, Lula afirmou que pretende fazer um acerto com o Tribunal de Contas da União (TCU) sobre possível dispensa de licitação para contratar a reforma de maneira acelerada.

“Eu não sei quanto tempo vai demorar [a reforma do Alvorada] ainda, porque vai depender de fazer um acerto com o Tribunal de Contas para saber se é possível comprar as coisas em caráter emergencial. Sem passar por um processo de esperar 90 dias para uma licitação para comprar uma cama, comprar um colchão. Senão, eu vou ficar no hotel mais tempo do que necessário”, disse Lula na quinta-feira 12, em café da manhã com jornalistas.

“O Alvorada, eu fiquei decepcionado”, disse o presidente, que morou no Alvorada entre 2003 e 2010. “Pelo menos na parte de cima, está alguma coisa como se não tivesse sido habitado, está tudo desmontado. Não tem cama, não tem sofá”, alegou.

Lula também criticou o estado das instalações da Granja do Torto, em Brasília, uma espécie de casa de campo do presidente. No local, o ex-ministro da Economia Paulo Guedes residiu desde o início da pandemia de covid-19.

“O Torto precisa ser recuperado, parece que foi abandonado, apesar de o Guedes estar morando lá. Espero que a gente possa ter, o mais rápido, a gente tentar dar uma reparada no Torto, para a gente poder começar a frequentar o Torto”, disse aos jornalistas.

Por isso, alegando não poder residir nem no Alvorada nem no Torto, as duas residências oficiais da Presidência da República, Lula segue com Janja, desde a transição, em um hotel em Brasília.

Fonte: Revista OESTE

Verifique também

Viralizou em Cruz Alta vídeo de Brigadianos agredindo homem

No início da tarde desta terça-feira (09), viralizou nas redes sociais de Cruz Alta dois …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *