terça-feira , maio 28 2024

Não é foto, é vídeo! Especialista e docente do Senac Ijuí dá dicas de como produzir vídeos nas férias

 

Seja em casa, na praia ou no campo, com a família ou com os amigos, registrar cada momento das férias é guardar um pouquinho daquela sensação de liberdade e felicidade com quem se ama. Por isso, o especialista em vídeos para Instagram e Tik Tok e docente dos cursos Conteúdo, Marketing e Informática do Senac Ijuí, João Carlos Santos, preparou dicas importantes para produzir vídeos  dinâmicos e com boa qualidade.

Smartphone e as redes sociais 

De acordo com o especialista, a posição do smartphone vai depender da plataforma onde ele será publicado. “Se o vídeo for destinado para redes sociais como Instagram, a sugestão é gravar com o celular na vertical, já no Youtube, por exemplo, o celular na horizontal (deitado), atende melhor a plataforma”, explica João Carlos.

Férias na praia 

No Brasil, o principal destino de quem está de férias é a praia. Por isso, a principal dica é evitar o embate com o sol. Isso porque a claridade da praia pode dar um excelente ganho nos vídeos, porém, deve-se evitar o combate entre ele e a câmera. “Acredite, o sol sempre vence. Para isso, nunca tire uma foto contra o sol, tente optar para deixar que ele ilumine seu lado esquerdo, direito, ou, se o sol não estiver muito forte seu rosto (pra evitar sair de olho fechado na foto), e se posicione sempre com a câmera, de maneira, que o sol não fique contra a sua câmera. Caso seja sua vontade, procure momentos onde o sol está nascendo ou se pondo, assim, você consegue uma luz mais fraca, e boas imagens”, exemplifica o especialista.

Iluminação

O que talvez sobre na praia, pode faltar em locais fechados. Diante disso, o docente afirma que é fundamental buscar um lugar com boa iluminação, mas sempre evitando posicionar a câmera contrária a qualquer luz. “É preciso achar o melhor lugar para gravar, com base na iluminação. É bom também não esquecer de pensar no que vai aparecer no fundo do vídeo para evitar quaisquer empecilhos e, também, ter um foco legal no que deseja mostrar”, ressalta João Carlos.

Câmera x smartphone

Segundo o especialista, em geral as câmaras já têm um bom resultado em função de que são feitas especificamente para isso. “Para vídeos simples, qualquer câmera deve oferecer um resultado minimamente agradável, porém, na hora da compra, pode ser interessante verificar quais lentes vão acompanhar a mesma. Cada lente oferece opções diferentes na hora do uso”, pontua.

Já no caso do celular, o especialista afirma que, em geral, os telefones com mais câmeras (na parte traseira, que é onde eles têm melhor qualidade), oferecem um melhor resultado, visto que cada câmera busca um objetivo diferente. Normalmente são 3 câmeras:

  1. principal para fotos e vídeos normais;
  2. angular que busca pegar o máximo do espaço ao redor da cena;
  3. E a telefoto, que aumenta a qualidade do zoom, e permite vídeos de lugares mais distantes.

“Em geral, telefones com 3 câmeras atendem estes itens principais, porém, pode ser importante também observar a resolução e colocar um bom cartão de memória no seu celular para armazenar as gravações”, destaca João Carlos.

Qualidade do áudio

Para quem não busca nada muito profissional, o especialista dá uma dica simples “Caso você queira aparecer no vídeo, é importante não se distanciar muito do celular, no caso de muito barulho (chama-se ruído nesse segmento), você pode usar aplicativos gratuitos como o CAPCUT, que tem funções específicas para remoção de ruídos, com 1 ou 2 toques seu áudio fica com o som mais limpo”, orienta.

Já se você procura um resultado mais profissional, o especialista indica comprar um microfone de lapela. “Existem opções sem fio, que você pluga um receptor no seu smartphone e o microfone na roupa de quem você deseja gravar (pode até segurar na mão), e com isso o áudio fica muito bom, tem inclusive versões com 2 microfones, e o preço é bem acessível, fica em média R$100,00”, aconselha.

*João Carlos Santos é Tecnólogo em Sistemas para Internet, pós-graduado em Gestão de TI, com cursos de especialização na área de Marketing Digital, criação de Reels para Instagram e vídeos criativos para Tik Tok. Atualmente é docente no Senac Ijuí  Ijuí atuando como professor dos cursos de Informática, Marketing, e geração de conteúdo. Além disso, tambéé tutor EAD para todo Brasil por meio do Senac EAD. 

 

Verifique também

Iniciadas as obras de revitalização da Estação Rodoviária de Cruz Alta

No início de abril tiveram início as obras de reforma da Estação Rodoviária de Cruz …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *