terça-feira , junho 18 2024

Caso Cristiano Zanin leva OAB a criar grupo para processar quem hostilizar advogados

Colegiado vai ter 23 membros

Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

Depois de Cristiano Zanin, um dos advogados do presidente Lula, ser hostilizado no Aeroporto de Brasília, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) criou um grupo de trabalho para responsabilizar cível, criminal e administrativamente quem “ofender, agredir ou discriminar advogados em razão de suas atuações profissionais”.

A OAB informou que o objetivo é “zelar pela dignidade da advocacia”. “Essa prática de constrangimento à advocacia vem aumentando, demonstrando o interesse de uma parcela da sociedade em desvirtuar o ofício sagrado da advocacia perante os Tribunais brasileiros”, informa a portaria que criou o grupo de trabalho.

O grupo será composto de 23 membros. Entre eles, o presidente nacional da entidade, Beto Simonetti, os conselheiros federais Fernanda Tórtima, Alberto Zacharias Toron e Hélio Leitão e os presidentes de seccionais Marilena Indira Winter, Eduardo Imbiriba de Castro e Daniela Lima de Andrade Borges.

Instituído de forma permanente, o grupo de trabalho representará advogados perante a Justiça e fora dela, quando provocado ou por decisão de seus integrantes.

Cristiano Zanin inspirou criação de colegiado

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, um homem filma Cristiano Zanin, enquanto ele escova os dentes. O autor do vídeo faz várias ofensas. O advogado permanece calado. O advogado Hélio Leitão, membro do Conselho Federal da OAB, pediu a instauração de um inquérito para identificar o autor do vídeo.

Fonte: Revista OESTE

Verifique também

Deputado Federal Pedro Westphalen destina R$ 7,5 milhões em emendas para Cruz Alta.

Deputado Federal Pedro Westphalen destina R$ 7,5 milhões em emendas para Cruz Alta. Na manhã …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *